Esta página utiliza cookies. Ao continuar a navegação está a aceitar a sua utilização. Caso pretenda saber mais, consulte a nossa política de privacidade     [Aceitar e Fechar]

A Associação de Praças tem vindo a colocar na ordem do dia.

  • 2021-03-12


À semelhança do que está a ser preconizado, através de iniciativa legislativa a apresentar na Assembleia da República, para os Camaradas Militares da GNR, este é um assunto que a Associação de Praças tem vindo a colocar na ordem do dia. O direito à negociação coletiva só vem dignificar os Militares, sejam das Forças Armadas sejam das Forças de Segurança. Este tema tem sofrido por parte da Associação de Praças a melhor e maior atenção, pois consideramos que só atribuindo este direito aos Militares, conseguiremos ter umas Forças Armadas do século XXI, modernizadas, estando colocadas nos mesmos parâmetros das Forças Armadas congéneres da União Europeia e da NATO. Não podemos pretender ter uma estrutura "modernizada", ao mesmo nível das "Forças Armadas Europeias", e depois os nossos direitos serem diferentes para pior, daquelas de que tanto ouvimos falar. Para o bem, não temos equiparação, para o mal, aqui d'el Rei somos os primeiros a copiar modelos."

https://www.abrilabril.pt/nacional/reforco-dos-direitos-associativos-dos-profissionais-da-gnr